Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Instrutor quer ouvir professora

Aluno também deverá ser interrogado.
Ana Isabel Fonseca e Tânia Laranjo 5 de Maio de 2015 às 09:33
Liliana Costa (ao centro, de branco) recebeu apoio de pais e alunos da Escola Gonçalo Sampaio
Liliana Costa (ao centro, de branco) recebeu apoio de pais e alunos da Escola Gonçalo Sampaio FOTO: CMTV
Liliana Costa, professora acusada de ter mantido relações sexuais com um aluno de 14 anos, vai ser ouvida no processo disciplinar. A Inspeção-Geral da Educação e Ciência já nomeou um instrutor que deverá agora marcar a data das inquirições. Também o aluno será interrogado, para confirmar ou desmentir a relação amorosa com a professora.

Liliana Costa nega os contactos sexuais e garante que apenas mantinha uma relação de proximidade saudável com o adolescente. Diz mesmo que o aluno poderá ter confundido tudo e assim ter criado nos pais a falsa ideia de que namoravam.

A professora de Física e Química continua suspensa e há poucos dias foi mesmo alvo de uma manifestação de solidariedade, de pais e alunos, à porta da escola.
Liliana Costa relações sexuais aluno Inspeção-Geral da Educação e Ciência