Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

INTERNET SOCIAL NASCE EM OEIRAS

Os bairros de Outorela/Portela, em Oeiras, vão ter acesso a uma experiência pioneira de "Internet social", com a criação de um posto de utilização gratuito e distribuição de "kits" de acesso e computadores a 30 famílias.
29 de Outubro de 2003 às 00:00
A ideia partiu da Associação Cabo-Verdiana ECO, que dinamiza o projecto em colaboração com a Câmara de Oeiras, estando a inauguração do posto, que vai funcionar entre as 09h00 e as 22h00, prevista para o dia 07 de Novembro.
O projecto, orçado em 400 mil euros, também prevê a abertura de um posto em Coimbra direccionado para os estudantes lusófonos, e é financiado a 70 por cento pelo Programa Operacional Sociedade da Informação (POSI).
No bairro da Outorela começaram ontem as obras no edifício onde se encontra sediada a ECO para adaptar as instalações às redes e aos equipamentos. "Tencionamos servir dez mil pessoas, sensivelmente o mesmo número de moradores da Outorela, Portela e São Marçal", disse o presidente da ECO, Miguel Sousa, referindo que o objectivo é "disseminar as tecnologias de informação junto das comunidades carenciadas, através da Internet social".
COMPUTADORES
O posto "ECO Digital" dispõe de doze computadores e vai estar à disposição de qualquer utilizador.
Além disso, a associação vai entregar a 30 famílias, seleccionadas de acordo com orientações das autoridades locais, um computador e um "kit" de acesso à Internet para utilização gratuita durante um ano. "São famílias com jovens em idade escolar, em que podemos fazer formação e ensino num contexto familiar", adiantou, explicando que a Internet pode funcionar como "um bom instrumento de integração e envolvimento das novas gerações”.
Ver comentários