Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Invasão espanhola no Sotavento algarvio

Milhares de espanhóis aproveitaram a ponte em Espanha para umas mini-férias no Algarve. A invasão, motivada pelos feriados de dia seis (quinta-feira) e hoje, fez-se sentir, sobretudo, no Sotavento.
8 de Dezembro de 2007 às 00:00
Em Vila Real de Santo António, praticamente, só se falava castelhano. As ruas, restaurantes e estabelecimentos comerciais estavam repletos, fazendo relembrar outros tempos quando nuestros hermanos faziam fervilhar o comércio vilarealense e enchiam de pesetas os comerciantes locais.
“Não podemos contabilizar o número de visitantes, mas a hotelaria local apresenta uma taxa muito elevada de ocupação e o comércio está a registar vendas muito encorajadoras”, disse ao CM, Luís Gomes, presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, que salienta o facto de “ter sido efectuada uma campanha na Andaluzia, com o memorial de gastronomia que está a decorrer.”
Já as opiniões dos comerciantes divergem quanto aos benefícios dos dois feriados e da ponte.
João Campos, gerente da Casa Caravela, em plena rua Téofilo Braga, confessou ao CM, que “triplicou o número de clientes nestes dois dias”, justificando o sucesso com “a adaptação que teve de efectuar, vendendo aquilo que o cliente moderno prefere, pois vai longe o tempo em que o turista se contentava em comprar o cão em loiça ou o galo de Barcelos.” Este comerciante aposta forte na venda de loiças, vidros e faqueiros, pois “o turista quer produtos de qualidade, a bom preço”, salienta.
Do outro lado da rua, Nautília Gonçalves, proprietária dos Atoalhados Ideal, salientou “o fraco poder de compra generalizado”, pois a “crise é geral”, disse a comerciante, que chama a atenção para a proliferação de lojas chinesas “que vendem tudo a baixo preço, pois não pagam impostos, nem a empregados”, queixa-se Nautília Gonçalves, que confessa “ter facturado um pouco mais nestes dias”, o que evitou o habitual “nem abrir a caixa de outros dias.”
PORMENORES
GASTRONOMIA
A Câmara e a Associação de Desenvolvimento da Baixa de Vila Real de Santo António aproveitaram a ocasião e realizaram o ‘I Memorial de Gastronomia’ que termina amanhã. Onze restaurantes participaram no certame que teve assinalável êxito.
CATAPLANA
Francisco Rodriguez, residente em Granada, foi um dos espanhóis que ontem encheu o restaurante Joaquim Gomes. Tal como muitos dos conterrâneos, optou pela cataplana de marisco. “É do melhor que se come em Portugal e a preços convidativos”, disse.
COMPRAS
José Luiz, motorista em Bilbau, aproveitou os feriados para fazer oito dias de férias. Ontem, em Vila Real de Santo António, comprava “lembranças de Natal” e confessou ainda dar resultado adquirir “bebidas, atoalhados, faqueiros e, sobretudo, comer nos restaurantes.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)