Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Investigação a avião que matou duas pessoas em praia da Caparica aberta à defesa

Ministério Público perdeu o recurso no Tribunal da Relação de Lisboa contra o juiz de instrução criminal de Almada.
S.A.V. 15 de Outubro de 2018 às 11:34
Sofia e José Lima foram atingidos mortalmente pela avioneta na praia de S. João da Caparica
José morreu colhido por avião na Costa da Caparica
Sofia morreu colhida por avião na Costa da Caparica
O avião aterrou de emergência na altura em que estavam centenas de pessoas na praia de S. João
Avião ligeiro atinge mortalmente duas pessoas na Caparica
Avião ligeiro atinge mortalmente duas pessoas na Caparica
Sofia e José Lima foram atingidos mortalmente pela avioneta na praia de S. João da Caparica
José morreu colhido por avião na Costa da Caparica
Sofia morreu colhida por avião na Costa da Caparica
O avião aterrou de emergência na altura em que estavam centenas de pessoas na praia de S. João
Avião ligeiro atinge mortalmente duas pessoas na Caparica
Avião ligeiro atinge mortalmente duas pessoas na Caparica
Sofia e José Lima foram atingidos mortalmente pela avioneta na praia de S. João da Caparica
José morreu colhido por avião na Costa da Caparica
Sofia morreu colhida por avião na Costa da Caparica
O avião aterrou de emergência na altura em que estavam centenas de pessoas na praia de S. João
Avião ligeiro atinge mortalmente duas pessoas na Caparica
Avião ligeiro atinge mortalmente duas pessoas na Caparica
O Ministério Público perdeu o recurso no Tribunal da Relação de Lisboa contra o juiz de instrução criminal de Almada que recusou manter o segredo e dar especial complexidade à investigação à morte de duas pessoas, em agosto de 2017, atingidas por uma avioneta que fazia uma aterragem de emergência numa praia da Caparica.

A procuradora defende que para fechar a investigação necessita do relatório do Gabinete de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos, que não chegou. Os desembargadores entendem que esse atraso "não determina, só por si, a excecional complexidade" e que "se for a única razão para o não cumprimento do prazo" o atraso fica justificado e não terá consequência. A defesa dos dois pilotos terá já total acesso ao processo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)