Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Bruno de Carvalho gastou milhões de euros em troca "de nada" no Sporting

Negócios suspeitos durante a presidência de BdC no Sporting foram desmascarados com a auditoria.
10 de Abril de 2019 às 21:22
A carregar o vídeo ...
Negócios suspeitos durante a presidência de BdC no Sporting foram desmarcados com a auditoria.

A direção de Bruno de Carvalho, no Sporting, pagou três milhões e meio de euros por protocolos e serviços de prospeção idênticos ao polémico acordo com o Batuque de Cabo Verde. Aliás, o emblema de São Vicente é apenas uma entre 26 entidades que receberam milhares, algumas sem terem feito chegar à SAD do Sporting qualquer relatório ou documento que provasse o serviço prestado ao clube.

O protocolo com o Batuque de Cabo Verde foi aquele que mais dinheiro levou da SAD liderada por Bruno de Carvalho. Dinheiro que saiu, rumo a uma conta na ilha de São Vicente. Na prática, foi trocar dinheiro por nada.

O relatório mostra que a SAD do Sporting pagou, durante a gestão de Bruno, mais de um milhão de euros em troca de nada mesmo. É este o valor que se torna impossível de explicar devido à total inexistência de qualquer documento enviado pelas empresas que o cobraram, por serviços de prospeção, que podem, na verdade, nem sequer ter existido.

Ou seja, tal como o Batuque de Cabo Verde há igualmente outras sete entidades que nenhum relatório, vídeo, fotografia, ou documento de qualquer espécie enviaram ao emblema de Alvalade em troca das dezenas, por vezes, centenas milhares de euros pagos pelo trabalho de identificação novos jogadores. 

Aliás, estes são gastos que a auditoria suspeita serem de outra natureza mas que foram tratados pela SAD como se de scouting se tratassem.

Bruno de Carvalho São Vicente Sporting Batuque de Cabo Verde Alvalade SAD liderada desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)