Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Ministério Público pede mais dados à Polícia Marítima sobre desaparecimento de Zé do Pipo

Nuno Baptista desapareceu misteriosamente há sete meses, sem deixar rasto.
Mónica Palma e Sérgio A. Vitorino 24 de Junho de 2019 às 21:10
A carregar o vídeo ...
Nuno Baptista desapareceu misteriosamente há sete meses, sem deixar rasto.
Há novos dados no caso do desaparecimento do cantor popular Zé do Pipo.

O Ministério Público está decidido a avançar com uma investigação rigorosa para tentar apurar o que aconteceu, de facto, ao artista nos dias 05 e 06 de novembro do ano passado.

Há sete meses, Nuno Baptista, o homem que dava corpo ao personagem Zé do Pipo, desapareceu misteriosamente sem deixar rasto.

Na altura, o músico estava a contas com uma depressão profunda, por isso, a investigação apontava para um provável suicídio. Agora, o Ministério público abre também a hipótese de se ter tratado de um homicídio ou de um sequestro ou rapto.

Face a estas hipóteses de crime o Ministério Público veio pedir agora mais dados à Polícia Marítima de Peniche, órgão policial que investigou este caso, desde o primeiro momento.

O Investigação CM falou, em exclusivo, com o Comandante da Polícia Marítima que confirma que foram pedidas mais diligências, em termos de investigação, a este órgão de polícia.

Homicídio, rapto ou sequestro são hipóteses em aberto.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)