Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mulher perde filho após trabalho de parto de mais de 20 horas no Hospital de Cascais

A unidade hospitalar descarta responsabilidades e diz que Nathália está à procura de um culpado.
Francisca Genésio 14 de Junho de 2019 às 21:19
A carregar o vídeo ...
A unidade hospitalar descarta responsabilidades e diz que Nathália está à procura de um culpado.

No 'Investigação CM' desta sexta-feira contamos-lhe o caso de uma mulher de 29 anos que perdeu o filho após mais de 20 horas em trabalho de parto no Hospital de Cascais.

Nathália deu entrada no Hospital de Cascais, na madrugada do dia 4 de setembro de 2018, acompanhada do marido, Luís. Grávida de 38 semanas e quatro dias, Nathália tinha a bolsa rebentada, mas sem qualquer dilatação. Dada a situação a equipa médica teve de induzir o parto.

Eram 04h00 da madrugada quando Nathália acordou e foi informada que o filho tinha morrido.

A ficha técnica de Nathália refere que Mateus nasceu vivo, mas o relatório da autópsia diz que o bebé morreu no útero.

A mulher sofreu um deslocamento parcial da placenta e o cordão umbilical terá sofrido uma trombose.

Nathália e Luís querem saber o que aconteceu na madrugada do dia 5 de setembro do ano passado e para isso vão levar o Hospital de Cascais à justiça.

A unidade hospitalar descarta responsabilidades e diz que Nathália está à procura de um culpado.

Investigação Hospital de Cascais Nathália saúde hospitais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)