Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Investigação a agressão a militante da CDU só com queixa

PSP afirma que não forma identificados os suspeitos.
21 de Setembro de 2015 às 13:18
CDU esteve em comício no Coliseu dos Recreios no domingo
CDU esteve em comício no Coliseu dos Recreios no domingo FOTO: Manuel de Almeida/Lusa
A PSP informou esta segunda-feira que os suspeitos da agressão a um homem que tinha participado num comício da CDU, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no domingo, não foram identificados e que só haverá investigação se for apresentada queixa.

Fonte do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da Polícia de Segurança Pública (PSP) disse à agência Lusa que os polícias que se deslocaram ao local dos desacatos, cerca das 18h40, perto das Portas de Santo Antão, em Lisboa, verificaram apenas a existência de um ferido, que foi transportado para o Hospital de São José, onde ainda se encontra internado.

De acordo com testemunhos recolhidos no local pela polícia, os suspeitos "tinham a cabeça rapada e vestiam roupa preta".

O Cometlis acrescenta que não há registo de mais pessoas agredidas, esclarecendo que a polícia só irá iniciar as investigações quando for apresentada queixa pelo agredido, o que, até agora, ainda não aconteceu.

A queixa pode ser apresentada durante os próximos seis meses, como determina a lei.

Alguns órgãos de comunicação social referem esta segunda-feira que a vítima é um dirigente do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa.

Citado pelo jornal i, o gabinete de imprensa do PCP adiantou que "algumas pessoas que saíram do comício no Coliseu dos Recreios foram agredidas em zonas da Baixa de Lisboa, por elementos neonazis".
CDU comício agressão militante neo-nazis PSP investigação queixa
Ver comentários