Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Irmã autorizada

A menor, de 13 anos, residente em Olhão, alvo de uma queixa dos pais às autoridades denunciando o rapto da jovem, está a viver com uma irmã mais velha, de 23 anos, na zona de Palmela.

26 de Outubro de 2008 às 00:30
A menor vivia com os pais num bairro degradado de Olhão
A menor vivia com os pais num bairro degradado de Olhão FOTO: Nuno Jesus

A advogada desta irmã disse ao CM que "a menor está a viver com a irmã, desde Junho, devidamente autorizada pelos pais, que inclusivamente assinaram autorização para a jovem ser matriculada numa escola da zona de Setúbal".

A jurista afirma que está a decorrer um processo de regulação paternal a favor da irmã da menor, havendo uma providência cautelar que permite que a menor esteja, provisoriamente, entregue à irmã e que os pais já foram notificados dessa decisão, que não contestaram junto do tribunal.

Julieta Reis, mãe da menor, diz que a jovem, de 23 anos, não é filha do marido, que nunca a reconheceu como tal, e afirma estar a arranjar condições económicas para contratar um advogado, garantindo:"Ficaram de devolver a minha filha e não o fizeram".

Júlio Brandão, que se considera padrinho da menor, garante que a "miúda tem sido sempre bem tratada pelos pais e que o indivíduo que acompanha a suposta irmã, desde os 12 anos, é que está a tentar levar agora mais uma menor".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)