Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Irmãos vivem nova tragédia

Pais morreram em acidente. Agora, fogo destruiu a fábrica de papel.
Francisco Manuel 19 de Março de 2017 às 09:28
A carregar o vídeo ...
Pais morreram em acidente. Agora, fogo destruiu a fábrica de papel.
Depois da morte dos pais num trágico acidente em 1995 no antigo IP5 – que fazia a ligação de Aveiro a Vilar Formoso –, os irmãos Nunes, na altura ainda menores, ficaram com a fábrica de resíduos de papel. Vinte e dois anos depois, a tragédia voltou a bater à porta de André e Nelson: um incêndio destruiu um armazém da empresa com várias toneladas de papel.

Em minutos, o fogo reduziu a cinzas o trabalho de duas décadas. A empresa J. Nunes e Filhos tem seguro e os dez postos de trabalho estarão assegurados.

"É triste ver isto acontecer a estes dois irmãos que lutaram toda a vida para manter o negócio dos pais", contou ao CM uma vizinha da empresa de São Paio de Oleiros, Santa Maria da Feira. O alerta ocorreu pelas 18h45 de sexta-feira. "Começou com uma pequena chama no exterior do armazém, mas em poucos minutos ficou um inferno", explicou uma testemunha.

Quando as primeiras equipas de bombeiros chegaram, já o armazém, com cerca de dois mil metros quadrados, estava tomado pelas chamas. As labaredas, que chegaram a propagar-se a uma mata contígua, atingiram mais de trinta metros de altura.

"Parecia o inferno. Tirámos as crianças de casa e o meu marido tentou desesperadamente regar o telhado da casa com medo que o fogo chegasse e nos levasse tudo", contou a vizinha Maria Manuela.

O fogo foi dominado pelas 03h00 de ontem. Durante todo o dia decorreram as operações de rescaldo. A PJ investiga as causas do incêndio.
IP5 Aveiro J. Nunes e Filhos Nelson Vilar Formoso Nunes São Paio de Oleiros André Santa Maria da Feira
Ver comentários