Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

ITALIANOS SÃO OS PREFERIDOS

Quem é o povo europeu que tem mais sentido de humor? Quais os habitantes da Europa que são autênticos mestres de culinária? Estas são algumas perguntas a que uma sondagem realizada pelas ‘Selecções do Reader’s Digest’ pretendeu dar resposta.
6 de Julho de 2004 às 00:00
Depois da União Europeia ter recebido 10 novos membros, foi altura para ouvir a opinião de cerca de quatro mil pessoas de 19 países diferentes, que elegeram os mais populares entre as nações que constituem a UE.
Os portugueses também foram inquiridos e, ainda que muitas respostas dadas tenham ido ao encontro da maioria, noutras fugiram ao que parecia ser a regra. A começar pelos europeus preferidos. Aqui, enquanto a generalidade parece estar perdida de amores pelo estilo de vida típico dos italianos, o mesmo não se passa com os habitantes lusos – se pudessem, trocavam o cantinho à beira-mar plantado por outros sítios. A Suíça, país dos chocolates e dos relógios, encabeçou a lista de preferências. Mas para não fugir muito à regra, lá foram dizendo que, além da portuguesa, era italiana a nacionalidade que mais gostariam de ter.
SIMPATIA LUSITANA
Se quanto aos mais amados existem divergências, o mesmo não acontece no reverso da medalha. Os eleitos na categoria de europeus de quem menos se gosta são os alemães, logo seguidos pelos russos e franceses. Quanto à simpatia típica do povo nacional, também parece não ter sido esquecida e, juntamente com os países escandinavos, os portugueses são aqueles com quem menos se antipatiza.
Diz o ditado que rir é o melhor remédio e, quando se trata de humor, são muitos os que escolhem os britânicos como mais divertidos. Mas os inquiridos que falavam a língua de Camões não partilhavam a mesma opinião. Para os portugueses, não há melhor do que o humor dos italianos, seguido de perto do espanhol. E quem são os europeus que maiores contributos deram ao Mundo? Os britânicos ocupam lugares cimeiros, logo seguidos pelos alemães. E se é verdade que os portugueses foram em tempos grandes descobridores, contribuindo para delinear o mapa do Mundo, os feitos nacionais de antigamente não pareceram ter aqui grande importância, já que poucos foram os que se lembraram deles.
PORTUGUESES NO BOM CAMINHOS
Não restam dúvidas que os italianos são o povo que os europeus mais gostam. Paula Bobone, autora de livros como ‘Socialmente Correcto’ e ‘Profissionalmente Correcto’, avança uma explicação para que tal aconteça. “Os italianos são expansivos, animados, têm sentido estético, vivem num Mundo que resulta de uma
herança do passado que se conservou. Tudo isto dá-lhes uma imagem acolhedora que, juntamente com o bom clima e gastronomia, justifica o fascineo que exerce”, afirma.
Quanto ao facto de Portugal se encontrar entre os menos votados, Paula Bobone refere que a imagem internacional do nosso país não é das melhores, mas que a receita para conseguir recuperar alguma projecção não é muito complicada. “Basta apostar na cultura, na educação, nas boas maneiras e com uma dose de sorriso, humildade e simpatia, vamos conseguir dar outro carisma à imagem do país.” E parece que estamos mesmo no bom caminho. “O campeonato europeu de Futebol deu-nos uma grande projecção e mostrou que somos tão bons como os outros.”
Ver comentários