Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

“Já perdi a esperança”

Motorista de autocarro morreu no dia em que ia casar. Acidente feriu duas crianças e outra está desaparecida.
2 de Março de 2010 às 00:30
A equipa de resgate recuperou o corpo do motorista ao fim da manhã
A equipa de resgate recuperou o corpo do motorista ao fim da manhã FOTO: José António Rodrigues

Uma menina de dez anos está desaparecida e um homem de 39 morreu na sequência de um trágico acidente provocado pelo mau tempo no concelho do Nordeste, na ilha de São Miguel, Açores. As buscas são retomadas hoje. O motorista Roberto Amaral foi encontrado morto no dia em que ia casar pelo registo. Deixa dois filhos: Afonso, de 14 anos, e Teresa, de 9 anos.

Às 08h25, um autocarro transportava três crianças da freguesia de Algarvia para a Escola Básica Integrada do Nordeste quando foi arrastado por um deslizamento de terras provocado pelo mau tempo que tem assolado o arquipélago dos Açores. As outras duas crianças que seguiam no autocarro foram resgatas com vida, embora feridas, sendo uma delas o irmão gémeo da menina desaparecida.

O pai, Carlos Silva, já não acredita ser possível encontrar a filha com vida. 'Estive no local do acidente logo de manhã e quando vi tudo partido disse logo à minha mulher que não havia esperança', afirmou ao Correio da Manhã Carlos Silva, de 48 anos, acrescentando: 'Só espero que encontrem o corpo. Já perdi a esperança em relação à Anabela.'

O irmão gémeo, Ricardo Silva, foi encontrado, ainda durante a manhã. 'Ele só perguntava pela irmã', contou um popular que auxiliou no resgate. O menino foi transportado para o Hospital de Ponta Delgada, onde foi operado a uma fractura exposta na perna. 'Ainda não falámos com o Ricardo porque está sob o efeito da anestesia. Sei que a operação correu bem', afirmou Renato Silva, 19 anos, irmão mais velho. O outro menino, de 12 anos, foi encontrado em hipotermia, mas recebeu alta ao final da tarde. Paulo Arruda, primo do motorista, disse ao CM que 'o Roberto conhecia a estrada como poucos'. 'Era divorciado e hoje [ontem] ia casar-se outra vez pelo registo.'

MAU TEMPO RUMA AO CONTINENTE

A depressão que provocou os estragos em São Miguel está a caminho do Continente. Segundo o Instituto de Meteorologia, prevê-se precipitação e ventos fortes, com rajadas. Na ilha de Santa Maria registaram-se rajadas de 115 km/h.

PORMENORES

CAMPAS DANIFICADAS

A queda de uma árvore de grande porte no Cemitério Oriental da Figueira da Foz destruiu ontem à tarde uma dezena de campas, informaram os bombeiros municipais.

TELHADO ARRANCADO

O vento forte dos últimos dias levantou o telhado do Centro de Saúde de Marrazes, em Leiria, o que levou a que ontem fossem desmarcadas várias consultas.

ESTRADA CORTADA

O troço do IC9 entre Carregueiros e Vale dos Ovos (Tomar) está cortado à circulação desde ontem de manhã devido ao abatimento do piso.

TEMPORAL NO BARREIRO

As corporações de bombeiros do Barreiro responderam a cerca de 60 ocorrências por quedas de estruturas, árvores e inundações.O rio Coina transbordou.

MURALHA CEDE NA RIBEIRA DO JAMOR

Parte da muralha de contenção da ribeira do Jamor, junto à estação ferroviária da Cruz Quebrada, Lisboa, abateu devido à forte ondulação. Entretanto, a Transtejo garantiu que esta semana repara o cais de Belém. A travessia para a Trafaria faz-se agora pelo Cais do Sodré.

CASAS EM RISCO EM SANTARÉM

Os deslizamentos de terras nas encostas de Santarém puseram em risco de derrocada sete casas na rua de Santa Margarida, na periferia da cidade, levando a Protecção Civil a aconselhar os residentes a abandonarem os edifícios. A EN114, entre Santarém e a ponte D. Luís, está cortada devido à queda de pedras.

ÁRVORE 'ROUBOU' PAULINHO

O menino de dez anos que morreu esmagado por uma árvore no adro da Igreja de Paredes, no último sábado, vai hoje a enterrar. À porta da capela mortuária, onde o corpo de Paulo Pacheco foi depositado depois de ter sido autopsiado no Instituto de Medicina Legal de Penafiel, os familiares choravam a morte de uma criança que era a alegria dos pais.

'Foi um roubo. Aquela maldita árvore roubou o nosso menino que tinha toda a vida para fazer. Os pais não mereciam uma perda tão grande', disse ao CM um dos familiares que se juntou à dor dos pais na capela mortuária.

‘Paulinho’, como era carinhosamente chamado por familiares e amigos, estava a jogar à bola no adro da igreja, à espera de entrar para a catequese, quando os fortes ventos partiram o tronco de uma árvore centenária. A criança foi atingida nas costas, sem hipóteses de fugir. Vários moradores acorreram para libertar ‘Paulinho’, que ficou preso por baixo do tronco. O INEM tentou reanimar a criança, mas 45 minutos depois Paulo sucumbiu aos ferimentos.

‘Paulinho’ era um pequeno craque da bola. Jogava nas camadas jovens do União de Paredes, onde era amigo de todos e onde lhe era apontado um futuro promissor.

Antes do funeral, que se realiza hoje, às 15h00, no cemitério de Paredes, está prevista uma missa de corpo presente.

NOTAS

EDP: AVARIAS TODAS REPARADAS

EDP garantiu ontem que todas as avarias provocadas pelo temporal de sábado estão reparadas. A empresa anunciara no sábado que um milhão de clientes tinha ficado sem energia

VENTO: RAJADAS DE 166 KM/H

O Instituto de Meteorologia revelou que se registaram no sábado rajadas na ordem dos 166 km/hora em Pampilhosa da Serra. Em Mogadouro, o vento atingiu os 129 hm/hora

ALENTEJO: GRANDES PREJUÍZOS

O mau tempo provocou prejuízos superiores a meio milhão de euros no Alentejo. Houve diversas estradas municipais danificadas e uma estufa foi destruída em Castelo de Vide

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)