Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

JARDIM FECHADO HÁ UM ANO

Há mais de um ano que o Jardim Visconde Bívar, situado no 'coração' da baixa de Portimão, se encontra fechado ao público. O espaço verde foi vedado aquando das obras de construção do novo passeio ribeirinho e ficou num aparente estado de abandono até ao passado mês de Novembro, altura em que, finalmente, teve início o seu arranjo.
30 de Dezembro de 2002 às 00:00
O jardim, ideal para descansar à sombra das árvores após uma caminhada ao longo da zona ribeirinha, tem várias décadas, fazendo parte da memória da cidade.

Por isso, há muita gente que não esconde a revolta por esperar tanto tempo pela sua reabertura, para mais quando as antigas árvores que existiam junto à Casa Inglesa foram arrancadas e as que lá foram plantadas ainda estão pequenas, não servindo de resguardo ao sol.
De acordo com o presidente da câmara, Manuel da Luz, o jardim foi encerrado devido à necessidade de serem efectuadas obras ao nível das infra-estruturas de saneamento básico, no âmbito dos trabalhos de requalificação da zona ribeirinha. O autarca explica que competiria depois ao Instituto Marítimo Portuário (entidade responsável pela construção do passeio à beira-rio) "efectuar o arranjo do jardim", só que isso não aconteceu.

Perante isto, Manuel da Luz refere que acabou por ser a edilidade, que já havia suportado os encargos com o saneamento, a ter de tomar a iniciativa de recuperar novamente o jardim para a população.

Os trabalhos, com um custo de 31 mil euros, iniciaram-se em Novembro, devendo ser concluído "dentro de cerca de um mês". A empreitada contempla a substituição dos passeios em terra batida por calçada à portuguesa, bem como haverá uma melhor iluminação.
O fecho temporário do Jardim Visconde Bívar torna-se, no mínimo, caricato, tendo em conta a grande falta de espaços verdes na cidade.

Além do Jardim Bívar, Portimão apenas dispõe de espaços verdes, dignos desse nome, no Largo Gil Eanes, no jardim Águas das Águas Livres e Parque da Juventude, locais obrigatórios de visita para os residentes.
Ver comentários