Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

João Rendeiro volta a ser representado pela ex-advogada e dá casa na Quinta Patiño como morada

Ex-banqueiro do BPP assinou a procuração, datada de 6 de outubro, e indicou como morada a Quinta Patiño, em Cascais.
Débora Carvalho 13 de Outubro de 2021 às 17:20
João Rendeiro fugiu da justiça, para não ser preso em Portugal
João Rendeiro fugiu da justiça, para não ser preso em Portugal FOTO: José Santos/Sábado
Carlos do Paulo já não é o advogado de João Rendeiro.

A informação foi confirmada pelo CM junto de fontes judiciais.

O ex-presidente do BPP, que se encontra atualmente em parte incerta, passa agora a ser representado por Joana M. Fonseca, a advogada que o defendeu nos últimos processos judiciais e outros dois advogados.

João Rendeiro assinou a procuração, datada de 6 de outubro, segundo o documento a que o CM teve acesso, e indicou como morada a Quinta Patiño. No entanto, não é na mansão que tem em Cascais que se encontra atualmente o ex-banqueiro.

Recorde-se que Carlos do Paulo foi alvo de averiguação por parte da Ordem dos Advogados, uma vez que representou os lesados do BPP, representando depois e até ao momento João Rendeiro.

O Correio da Manhã tentou contactar Carlos do Paulo, mas o advogado não atendeu o telemóvel.

O ex-banqueiro foi condenado a uma pena de prisão efetiva de 3 anos e seis meses por burla qualificada.
Ver comentários