Jogador de futebol agredido em estado grave

Lateral-direito, de 34 anos, foi um dos envolvidos nas agressões ocorridas no final do jogo entre os Dragões Sandinenses e o Gulpilhares.
Por P.J.D.|17.03.19
Bruno Pacheco, jogador do Gulpilhares, está internado, no hospital de Gaia em estado considerado grave, com traumatismo cranioencefálico.

O lateral-direito, de 34 anos, foi um dos envolvidos nas agressões ocorridas no final do jogo entre os Dragões Sandinenses e o Gulpilhares, no último domingo, a contar para a Divisão de Honra do Distrital do Porto.

"O clube vai levar este assunto até às últimas consequências em defesa do atleta. O caso está entregue à nossa advogada e alguém vai ter de responder pelos crimes que foram cometidos", disse ao CM Rui Silva, presidente do Gulpilhares.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!