Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

José Sócrates vê implosão

O primeiro-ministro José Sócrates é uma das muitas figuras ilustres que na quinta-feira se deslocará até Tróia para assistir à implosão das duas Torres do complexo Turístico da Torralta. O CM sabe que o convite foi feito pela própria Sonae e que até ontem fazia parte da agenda do líder do Governo.
6 de Setembro de 2005 às 00:00
As duas torres deverão vir abaixo em cerca de 3 segundos
As duas torres deverão vir abaixo em cerca de 3 segundos FOTO: Enric Vives-Rubio
A implosão das duas torres excluídas do projecto de requalificação ambiental e urbanístico da Península de Tróia acontecerá cerca das 16h00 e será um acontecimento inédito no nosso País. Envolto num enorme secretismo e em rigorosas medidas de segurança decretadas pelo próprio Governo Civil de Setúbal, a derrocada das torres está a despertar enorme interesse ao nível da opinião pública, pelo que será transmitida em directo pela SIC Notícias.
A Câmara Municipal de Grândola vai instalar um ecrã gigante no Parque de Feiras e Exposições e até as festas tradicionais que todos os anos ocorrem nas escarpas do bairro Santos Nicolau (Festanima), em Setúbal, serão antecipadas por causa do acontecimento. No total, mais de oito mil binóculos serão distribuídos no recinto para que os visitantes possam assistir ao ‘espectáculo’.
A implosão das torres, a cargo da empresa Contacto Contruções e de uma outra entidade estrangeira especialista neste tipo de operações, deverá demorar cerca de 3 a 4 segundos, sendo que todo o betão resultante da sua derrocada deverá ser reaproveitado na construção de um novo empreendimento turístico.
Recorde-se que a estrada Tróia-Comporta estará parcialmente encerrada entre as 05h00 e as 18h00 e que os ‘ferry’ param entre as 08h00 e as 18h00. Também as praias Tróia-Rio, Tróia-Mar, Bico das Lulas e Tróia-Galé estarão fechadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)