Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Jovem agredida com x-acto já retirou alguns pontos

Bruna Bargão, a jovem de 14 anos que foi agredida com um x-acto, na última sexta-feira, por uma adolescente de 17 anos, voltou ontem ao Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, para retirar alguns dos mais de cem pontos que tem espalhados pela cabeça, cara, pescoço e abdómen. A jovem, da Tapada das Mercês, Sintra, levou 17 facadas.

3 de Junho de 2011 às 00:30
Carla Pereira saiu de casa ontem à tarde, na Tapada das Mercês, Sintra,  para acompanhar a filha a uma consulta de psicologia
Carla Pereira saiu de casa ontem à tarde, na Tapada das Mercês, Sintra, para acompanhar a filha a uma consulta de psicologia FOTO: Diogo Pinto

"Ela está toda cortada. Tem a cara toda marcada e um corte desde o pescoço até à barriga. Não sei como não ficou cega", contou ao CM um familiar, que não quis identificar-se mas que garantiu que alguns cortes passaram muito perto dos olhos.

Ao final da manhã de ontem, Bruna foi a uma consulta, acompanhada pelo pai, para tirar alguns pontos. Depois, ao final da tarde, foi a um psicólogo em Mem Martins, também com a mãe, por ordem das autoridades de protecção de menores.

Bruna garante que as agressões surgiram depois de ela se ter recusado a emprestar dez euros a Denise, a agressora, que já está a aguardar julgamento em prisão preventiva, na cadeia de Tires. A vítima, que vive com a mãe, o padrasto e um meio-irmão, desmente a versão de uma amiga da agressora, segundo a qual na origem da discussão esteve um cigarro de cocaína.

AGRESSÃO ESFAQUEADA X-ACTO SINTRA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)