Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Jovem atropelada em Olhão é filha de polícias

Diana Valério, de 21 anos, continua com prognóstico muito reservado.
Rafael Duarte 16 de Fevereiro de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Diana Valério, de 21 anos, continua com prognóstico muito reservado.
Diana Valério, a jovem de 21 anos que foi atropelada há duas semanas na berma da EN125, perto da localidade de Bias do Norte, no concelho de Olhão, ainda está a lutar pela vida. Segundo o CM apurou, os pais da jovem são agentes da PSP de Olhão e estão a ter acompanhamento psicológico.

"Continua internada nos cuidados intensivos com um prognóstico muito reservado", garantiu ao CM Paulino Camacho, tio da vítima. Este familiar de Diana Valério mostra muita revolta pela atitude do condutor, que fugiu do local depois do atropelamento sem pedir socorro.

"É um animal na estrada que tratou a Diana como se fosse um saco do lixo", referiu, revoltado, o familiar da jovem, que considera que o condutor "teve uma infelicidade mas podia ter chamado uma ambulância em vez de ter fugido, porque acabou por mostrar não ter nem respeito nem dignidade por outra pessoa".

O atropelamento ocorreu às 05h30 do dia 1 de fevereiro. Diana Valério dirigia-se para uma paragem de autocarros, na EN125, para ir trabalhar. Foi nesse momento que foi violentamente atropelada. Devido à violência do embate, foi projetada para uma valeta, onde ficou inconsciente cerca de meia hora. Para Paulino Camacho, esse tempo que a jovem esteve na valeta "foi crucial". Acabou por ser encontrada pelas 06h15.

O condutor fugiu, tendo abandonado o veículo numa zona próxima do local. Acabou por se entregar, horas depois, na GNR. Foi ouvido pelas autoridades e constituído arguido.
EN125 Diana Valério Bias do Norte Olhão GNR PSP Paulino Camacho questões sociais crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)