Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Jovem cadastrado ateava fogos para ‘limpar’ a imagem

Incendiário já tem uma acusação de abuso de menores.
Fátima Vilaça 28 de Setembro de 2019 às 09:29
A carregar o vídeo ...
Incendiário já tem uma acusação de abuso de menores.
Acusado de abuso sexual de menores e suspeito de vários furtos e atos de vandalismo na zona onde reside, em Ponte de Lima, o jovem de 24 anos quis ‘limpar’ a má imagem que criou junto da população.

Decidiu, com recurso a um isqueiro, atear vários focos de incêndio para depois alertar os bombeiros e a GNR e até oferecer-se para ajudar no combate às chamas.

Mas o seu comportamento causou estranheza junto das autoridades, e o desempregado acabou por ser detido esta sexta-feira pela Polícia Judiciária de Braga.

É o principal suspeito de ter ateado dois incêndios florestais em Vilar da Almas, concelho de Ponte de Lima, no dia 18 deste mês, às 20h30.

Quando foi ouvido pela PJ, o cadastrado não assumiu a autoria dos dois incêndios. Sexta-feira, o juiz de instrução que o ouviu em primeiro interrogatório no Tribunal de Ponte de Lima decidiu libertá-lo, com obrigação de se apresentar todos os dias no posto da GNR de S. Julião de Freixo, onde reside.

Está ainda obrigado a ter acompanhamento psiquiátrico e fica também proibido de comprar ou possuir objetos que possibilitem a ignição, ou seja, fósforos e isqueiros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)