Jovem condenado a 10 anos de prisão por violação e rapto

Um jovem de 23 anos foi condenado esta quinta-feira pelo Tribunal de Leiria a dez anos de prisão pelos crimes de violação e rapto.
28.10.10
  • partilhe
  • 0
  • +
Jovem condenado a 10 anos de prisão por violação e rapto
Jovem estava acusado de três crimes de violação, dois de sequestro e um de extorsão Foto Ricardo Cabral

Rashid estava acusado pelo Ministério Público de Leiria de três crimes de violação, dois de sequestro e um de extorsão praticados sobre duas jovens. 

O tribunal entendeu que foram praticadas duas violações, em 28 de Novembro de 2009 e em 09 de Dezembro do mesmo ano, um deles na forma continuada, e dois crimes de rapto.   

"Não ficou provado que o arguido tenha praticado um crime de extorsão", referiu a juiz presidente. 

"O tribunal valorou os depoimentos das vítimas [de violação], que descreveram os factos de forma credível, nomeadamente uma delas, que teve um discurso emotivo, até chorando, e com alguma dificuldade em relatar os factos. Isto demonstra que os factos lhe trazem más recordações", referiu a juíza que, no entanto, acrescentou “não ter ficado provado que o arguido tenha praticado um crime de extorsão”.
 
A magistrada acrescentou justificou que, apesar de uma das vítimas ter entregue 35 euros para que o arguido "não lhe fizesse mal", o tribunal não considerou que se tivesse "verificado a prática de extorsão".  

Rashid foi condenado a nove anos de prisão pela prática dos crimes de violação e a seis anos pelos crimes de rapto.   

Em cúmulo jurídico, o tribunal decidiu pela pena de dez anos de prisão efectiva. Foi ainda punido no pagamento de uma indemnização cível de 20 mil euros, acrescidos de juros.  

A medida de coacção de prisão preventiva a que estava sujeito desde 23 de Dezembro de 2009 mantém-se até o acórdão transitar em julgado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!