Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Menino de 12 anos morre afogado no rio Arunca em Pombal

Adolescente estava acompanhado por dois amigos quando mergulhou e não voltou mais à superfície.
Isabel Jordão e Lusa 28 de Julho de 2021 às 19:08
Menino sofre paragem cardiorrespiratória
Menino sofre paragem cardiorrespiratória
Menino sofre paragem cardiorrespiratória
Menino sofre paragem cardiorrespiratória
Menino sofre paragem cardiorrespiratória
Menino sofre paragem cardiorrespiratória
Uma criança de 12 anos morreu esta quarta-feira afogada num açude no rio Arunca, na cidade de Pombal.

O alerta foi feito às 16h48 "para uma criança caída na água", revelou fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria (CDOS). 

Segundo apurou o CM, o adolescente estava acompanhado por dois amigos quando mergulhou e não voltou mais à superfície.

"Chegados os meios ao local, a criança, de 12 anos, do sexo masculino, encontrava-se em paragem cardiorrespiratória", referiu.

O adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários de Pombal, João Carlos, explicou que "as manobras de reanimação foram iniciadas imediatamente por uma pessoa que assistiu à situação e foram continuadas pela PSP", e, após a chegada dos bombeiros e dos elementos da ambulância de suporte imediato de vida, a vítima "foi assistida por estas duas equipas".

Depois, quando a viatura médica de emergência e reanimação de Coimbra chegou, o menor foi transportado para o Hospital Distrital de Pombal, onde foi declarado o óbito, acrescentou João Carlos.

Onze operacionais, apoiados por seis viaturas, da PSP, Bombeiros Voluntários de Pombal e Instituto Nacional de Emergência Médica, foram mobilizados para o local, informou o CDOS.

Numa nota de pesar publicada na sua página do Facebook, a Câmara de Pombal refere que foi "com muita tristeza" que recebeu a notícia da morte da criança, na zona do Parque do Açude, em Flandes, "endereçando à família e amigos as sentidas condolências".

"O Município de Pombal aproveita o trágico acontecimento para alertar que aquela zona do rio Arunca não é uma praia fluvial, não se encontra vigiada e é inadequada para banhos.", adianta a mesma publicação.

A autarquia do distrito de Leiria alerta também "para a necessidade de ser adotada sempre uma cultura de segurança e prevenção, redobrando os cuidados junto à linha de água, nomeadamente por parte de pessoas adultas que acompanham crianças e jovens nos seus momentos de lazer e de divertimento".

Leiria rio Arunca Pombal ferido inconsciente socorro
Ver comentários