Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância

GNR investiga causas de embate que matou jovem mulher, em Barcelos.
Liliana Rodrigues e Fátima Vilaça 16 de Fevereiro de 2020 às 10:47
Diana Rego tinha 25 anos
Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância
Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância
Diana Rego tinha 25 anos
Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância
Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância
Diana Rego tinha 25 anos
Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância
Jovem de 25 anos morre em colisão com ambulância
Diana Rego, de 25 anos, seguia a caminho do trabalho, numa pastelaria na Silva, em Barcelos. Perdeu a vida poucos minutos depois de sair de casa, numa curva de pouca visibilidade, ao chocar com uma ambulância do INEM dos Bombeiros de Barcelos, que viajava em marcha de urgência. Os dois elementos da corporação - uma bombeira e um bombeiro - ficaram feridos sem gravidade e receberam alta hospitalar durante a tarde.

"O que vou fazer sem a minha filha? Ela só tem 25 anos, ela não merece isto", repetia, aos gritos, a mãe da jovem, quando chegou ao local da tragédia. Teve de receber apoio da equipa de psicólogos do INEM. 


As circunstâncias do acidente, que ocorreu pouco antes das 12h00 de sábado, ainda estão por explicar e a ser agora investigadas pela GNR. A colisão foi de tal forma violenta que o automóvel da vítima mortal - um Ford - ficou totalmente destruído. A ambulância do INEM também está inoperacional.

A ambulância e o carro seguiam em sentidos opostos, mas colidiram lateralmente na curva. O carro de Diana Rego rodopiou e só parou depois de embater contra o muro de uma casa. Também a ambulância colidiu com o muro.

Apesar dos ferimentos, os bombeiros tentaram ajudar a jovem - mas apenas o elemento feminino conseguiu sair da ambulância. Contudo, o socorro rápido não evitou o pior: Diana Rego morreu dentro da ambulância. O corpo foi transportado para o gabinete médico-legal para ser autopsiado.
Ver comentários