Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Jovem ferido à facada em discussão na A8

Dois condutores mantiveram corrida na autoestrada. Pararam na portagem e um esfaqueou o filho do outro.
Isabel Jordão 29 de Maio de 2018 às 08:07
Portagens
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Portagens
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Portagens
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Polícia Judiciária
Uma rixa entre dois condutores na autoestrada do Oeste (A8) terminou próximo do Bombarral com um jovem de 18 anos, filho de um dos condutores, a ser esfaqueado no peito pelo outro condutor, que foi detido pela Polícia Judiciária de Leiria e está agora indiciado por dois crimes de homicídio na forma tentada.

Os dois condutores seguiam no sentido Norte-Sul, no domingo à tarde, a caminho de casa, na zona de Lisboa , quando se desentenderam e mantiveram uma condução perigosa ao longo da autoestrada, até que pararam as duas viaturas junto às portagens do Bombarral.

Os dois condutores saíram dos carros, alegadamente para colocarem fim à "contenda de trânsito" mas, um deles, de 44 anos, avançou na direção do outro com uma arma branca do tipo militar, semelhante a um punhal. Gerou-se a confusão com o filho, de 18 anos, do condutor que estava desarmado a tentar proteger o pai, acabando por ser esfaqueado no peito com gravidade. Foi transportado de urgência para o Hospital das Caldas da Rainha, onde ontem ainda estava internado.

O agressor fugiu de imediato do local do crime, foi deixar a família que viajava com ele a casa e tentava esconder-se das autoridades policiais quando veio a ser detido, já na madrugada de ontem, por inspetores da Polícia Judiciária de Leiria.

A detenção ocorreu na via pública, na zona de Benfica, em Lisboa, fora de flagrante, numa operação que contou com a colaboração da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da Polícia Judiciária. A arma do crime foi apreendida pelas autoridades.

PORMENORES
Levado a tribunal
O detido deverá ser hoje levado a Tribunal, em Leiria, para ser interrogado por um juiz de Instrução. Não tem antecedentes, mas arrisca ficar em prisão preventiva, dada a gravidade dos factos já apurados.

Viveu no Brasil
O agressor trabalha como técnico de telecomunicações e esteve vários anos emigrado no Brasil. Atualmente reside na zona de Lisboa, com a mulher e uma filha. Havia o receio de que fugisse para o Brasil.

Casal e 2 filhos
O jovem de 18 anos viajava com os pais e com uma irmã. Tinham passado o fim de semana na região Centro e estavam de regresso a casa, na zona de Lisboa, quando o desentendimento ocorreu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)