Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Jovem julgada por matar filho recém-nascido

Mãe mudou o cadáver do bebé duas vezes de local, em Santarém.
J.N.P. 14 de Março de 2017 às 08:38
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
Local onde o corpo foi encontrado
A jovem suspeita de ter morto o filho recém-nascido mudou o cadáver do bebé duas vezes de local, na tentativa de que nunca fosse encontrado.

Este é um dos factos que consta da acusação do Ministério Público contra a mulher, de 23 anos, que começa hoje a ser julgada por homicídio e profanação de cadáver, em Santarém.

Depois de ter dado à luz numa casa abandonada onde já tinha residido, a arguida embrulhou o corpo do bebé numa peça de vestuário e escondeu-o por detrás de uma fonte na EN3, à entrada da cidade.

Três dias depois, regressou e levou o cadáver para a barreira na Calçada dos Galhardos, onde veio a ser descoberto a 25 de junho.
EN3 Ministério Público Santarém Calçada dos Galhardos mãe bebé homicídio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)