Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Jovens atacam GNR à navalhada

Furiosos por terem sido impedidos de entrar no Zi Bar, na zona industrial de Barrô, em Águeda, um grupo de cinco jovens tentou a todo o custo forçar a porta de entrada, na madrugada de anteontem, obrigando funcionários e clientes a barricarem-se no interior. Quatro militares da GNR de Águeda tentaram travar os intentos violentos dos jovens, mas acabaram por ser agredidos. Um deles foi mesmo esfaqueado no pescoço com uma navalha.

21 de Junho de 2011 às 00:30
Os quatro militares foram agredidos anteontem de madrugada à porta do Zi Bar em Águeda
Os quatro militares foram agredidos anteontem de madrugada à porta do Zi Bar em Águeda FOTO: MANUEL VITORIANO

O militar teve de ser hospitalizado, tendo alta horas depois. Já dois dos jovens, de 17 e 21 anos, do grupo foram detidos e ontem presentes a tribunal. "Tentaram destruir a porta com pedras e facas. Depois, quando chegaram os militares da GNR, viraram-se a eles e agrediram-nos", disse uma testemunha.

Os desacatos ocorreram por volta das 06h00 de anteontem, altura em que o proprietário do Zi Bar impediu o grupo de entrar no estabelecimento. "Há algum tempo fugiram do bar sem pagar e desde aí não entraram mais. Na madrugada de sábado estiveram lá e foram impedidos de entrar, no domingo decidiram tentar outra vez. Como lhes barraram novamente a entrada, reagiram com violência", contou a mesma testemunha.

Clientes e funcionários barricaram-se no bar até à chegada da GNR. Os militares tentaram deter o grupo e foram agredidos a murro. Três deles sofreram ainda pequenos cortes de navalha. Um quarto elemento foi esfaqueado com mais gravidade no pescoço.

ÁGUEDA ATACADO GNR DESACATOS ZI BAR
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)