Juiz de Guimarães decide não levar a julgamento 11 polícias acusados de agredir adepto

Estavam acusados de ter deixado um adepto do Boavista cego, mas tribunal entendeu não haver provas.
Por Liliana Rodrigues|15.02.18
Juiz de Guimarães decide não levar a julgamento 11 polícias acusados de agredir adepto
Adeptos Boavista Foto Se Record
Um juiz do Tribunal de Guimarães decidiu esta quinta-feira não levar a julgamento os 11 elementos do corpo de intervenção da PSP acusados de agredir um adepto do Boavista. A vítima ficou cega de um olho, após agressões sofridas no contexto de um jog entre o Boavista e o Guimarães, a 3 de outubro de 2014.

O magistrado entendeu esta quinta-feira que não existiam provas de que tivessem sido os 11 agentes citados na acusação a praticar o factos de que eram acusados. A decisão instrutória foi assim a de não levar os polícias a julgamento.

O caso ocorreu no jogo Vitória de Guimarães-Boavista. João Freitas alega que após sair do autocarro, que levava adeptos do clube, foi agredido por elementos do Corpo de Intervenção.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!