Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Juiz solta funcionário público que viola enteadas e espanca mulher

Detido pela Polícia Judiciária do Porto, foi presente a um juiz de instrução criminal que libertou o agressor.
L.R. 15 de Março de 2019 às 08:43
A carregar o vídeo ...
Detido pela Polícia Judiciária do Porto, foi presente a um juiz de instrução criminal que libertou o agressor.
Durante cinco anos, um funcionário público transformou a vida das duas enteadas e da companheira num inferno: as meninas tinham 12 e 15 anos quando começaram a ser violadas pelo padrasto na casa onde a família vivia, em Matosinhos.

Detido pela Polícia Judiciária do Porto, foi presente a um juiz de instrução criminal que libertou o agressor, proibindo-o apenas de contactar as vítimas.

As crianças eram repetidamente abusadas pelo homem, agora com 53 anos, desde setembro de 2014, e assistiram a vários episódios em que a mãe de ambas era espancada pelo companheiro muito violento. Progenitora e filhas mantiveram-se sempre em silêncio por medo e porque dependiam financeiramente do funcionário público.

O arguido está indicado dos crimes de coação sexual e abuso sexual de crianças, e violência doméstica.
Matosinhos Polícia Judiciária do Porto crime lei e justiça crime lei e justiça crimes sexuais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)