Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Juíza cede e explica alterações

A juíza do processo Casa Pia anunciou ontem que vai explicar, a 11 de Janeiro, a razão da alteração de factos à acusação (datas e lugares), que têm estado a ser comunicadas pelo tribunal, depois das defesas terem requerido a nulidade destas decisões por falta de fundamentação.
19 de Dezembro de 2009 às 00:30
O advogado Sá Fernandes
O advogado Sá Fernandes FOTO: Vítor Mota

Na 450ª sessão, Ana Peres admitiu que o tribunal podia ter feito “ mais do que fez” para explicar aos arguidos por que razões alterou datas e lugares dos crimes que lhes são imputados  no despacho de pronúncia, mas avisou que não vai fazer “uma avaliação crítica” dos factos “nem uma antecipação  da decisão”.

À saída da audiência, os advogados manifestaram-se muito satisfeitos com a decisão, nomeadamente Ricardo Sá Fernandes, defensor de Carlos Cruz , que tinha criticado duramente o tribunal: “Isto é uma prova de grande superioridade intelectual. Fico satisfeito pelo tribunal reparar o erro.”

Ver comentários