Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Julgamento de homem que matou sogra arranca no dia 16

Arguido, de 69 anos, está acusado de homicídio qualificado.
4 de Janeiro de 2017 às 11:03
Tribunal
Tribunal FOTO: iStockPhoto
O julgamento do homem que matou a sogra à paulada em Fontarcada, Póvoa de Lanhoso, alegadamente por engano já que o seu alvo seria o namorado da ex-mulher, começa a 16 de janeiro, no Tribunal de Guimarães.

O arguido, de 69 anos, está acusado de homicídio qualificado.

Perante as autoridades policiais e judiciais, o arguido alegou que o seu alvo era o alegado namorado da sua ex-mulher.

Os factos remontam a 18 de fevereiro de 2016, quando o arguido, suspeitando que a ex-mulher estava em casa com o namorado, foi lá, munido de um pau, para se vingar dele.

Agrediu uma pessoa à paulada, alegadamente convencido de que seria o namorado da ex-companheira, mas a vítima foi a sogra, com perto de 90 anos, que acabou por não resistir aos ferimentos, face à violência das pauladas.

O arguido alegou que estava escuro e que, por isso, acabou por atingir o "alvo" errado.

Após o crime, o arguido foi para um café ver um jogo de futebol.

Foi detido pela Polícia Judiciária e está a aguardar julgamento em prisão preventiva.
Póvoa de Lanhoso Tribunal de Guimarães Polícia Judiciária julgamentos
Ver comentários