Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Junta pede solução definitiva para os resíduos perigosos

Autarca fala em crime ambiental e diz que já podia estar resolvido.
Joana Costa 11 de Fevereiro de 2016 às 14:53
Empreitada de remoção de resíduos, em 2014 e 2015, ficou incompleta
Empreitada de remoção de resíduos, em 2014 e 2015, ficou incompleta FOTO: Eduardo Martins
"Espero que haja um consenso político entre todos os partidos para finalmente ser resolvido este problema silenciado ao longo de vários anos e que revolta toda uma população." É desta forma que Daniel Vieira, presidente da Junta de Freguesia de São Pedro da Cova, Gondomar, comentou ao CM o debate parlamentar agendado para hoje, a fim da remoção integral dos resíduos perigosos depositados na freguesia há já 12 anos.

Cinco grupos parlamentares apresentaram projetos de resolução sobre um caso que remonta aos anos de 2001 e 2002, quando milhares de toneladas de resíduos industriais, provenientes da Siderurgia Nacional, foram depositados em São Pedro da Cova, freguesia de Gondomar, no distrito do Porto.

Entre outubro de 2014 e maio de 2015, esteve em curso uma empreitada de remoção monitorizada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte – num investimento superior a 13 milhões de euros, 85% provenientes de fundos europeus – mas, em abril do ano passado, foi confirmado que existem mais resíduos para além dos calculados, pelo que seria necessário avançar com uma segunda fase de remoção.

"Desnecessariamente. Podia ter sido tudo feito de uma vez. Alertámos para as contradições das projeções. Aliás, o ministro do Ambiente disse que até final de janeiro seriam conhecidos os resultados e já estamos em fevereiro", referiu Daniel Vieira.

O presidente da junta exige, por isso, respostas urgentes do governo e promete "fazer tudo" para hoje estar nas galerias do Parlamento e assistir ao debate. "Este é um problema criado, um crime ambiental, em que o Estado português tem responsabilidades", referiu ainda. Após a aprovação parlamentar, Daniel Vieira acredita ter a questão resolvida este ano.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)