Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Justiça investiga segundo salário de José Sócrates

Inquérito abrange duas empresas de Lalanda e Castro.
António Sérgio Azenha 11 de Junho de 2019 às 08:11
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
José Sócrates
O Ministério Público está a investigar a empresa de Paulo Lalanda e Castro que pagou a José Sócrates o segundo salário bruto de 12 500 euros por mês, em 2014.

Este ordenado foi pago a Sócrates, segundo a acusação da Operação Marquês, pela Dynamicspharma.

Quando assinou o contrato com essa empresa, Sócrates já trabalhava para a Octapharma, onde ganhava 12 500 euros por mês.

Em resposta a questões do CM sobre a certidão extraída da Operação Marquês relacionada com o pagamento desse salário ao antigo primeiro-ministro, a Procuradoria-Geral da República afirmou: "A certidão que foi extraída da designada Operação Marquês deu origem a um inquérito, o qual se encontra em investigação no DCIAP."

E acrescentou: "Este inquérito está sujeito a segredo de Justiça."

Segundo a certidão extraída da Operação Marquês, os factos indiciados quanto a Sócrates e Carlos Santos Silva foram integrados na acusação da Operação Marquês.

Daí que a atual investigação ao segundo ordenado de Sócrates abrangerá a Dynamicspharma e a Intelligent Life Solutions, empresas ligadas a Lalanda e Castro que serão suspeitas de esconderem rendimentos do Fisco.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)