Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Justiça já prendeu 52 incendiários. 23 ficam internados em alas psiquiátricas

Ministério da Justiça revela dados.
Lusa 15 de Julho de 2022 às 21:45
Incêndios
Incêndios FOTO: Paulo Cunha
Um total de 52 pessoas estão detidas no sistema prisional pelo crime de incêndio florestal, 29 dos quais são reclusos condenados e 23 inimputáveis com medida de internamento, revelam dados do Ministério da Justiça enviados esta sexta-feira à Lusa.

"A 13 de julho de 2022 encontravam-se presentes no sistema prisional, à ordem de processos por crime de incêndio florestal, 29 reclusos condenados e 23 inimputáveis com medida de internamento em instituição psiquiátrica prisional e não prisional, ou seja 52 pessoas", precisa o Ministério da Justiça (MJ), numa resposta enviada à Lusa.

O Ministério da Justiça dá conta de um estudo realizado em 2017 pela Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), em parceria com a Escola da Polícia Judiciária, que abrangeu 247 pessoas arguidas e condenadas por crime de incêndio que estavam, à data, em execução de pena ou medida na comunidade.

Lusa Ministério da Justiça crime lei e justiça justiça e direitos
Ver comentários
C-Studio