Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

JUSTINO VOLTOU À ESCOLA

Saiu como aluno e entrou, decorridos 32 anos, como ministro da Educação. David Justino não quis, no entanto, dissociar-se destas duas “funções” e juntou-se às comemorações do 50º aniversário do Antigo Liceu de Oeiras, o “seu” liceu que o acolheu durante sete anos e o fez crescer para a vida.
19 de Outubro de 2002 às 00:00
“Não consigo dissociar o ministro do ex-aluno, porque não tenho uma ideia passadista nem pretendo fazer uma evocação saudosista, mas não esqueço os sete anos que passei neste liceu”, afirmou David Justino aos 450 antigos alunos e professores no reencontro que teve lugar no pavilhão daquele liceu, agora designado Escola Secundária Sebastião e Silva. “Os sete anos de liceu são uma fase muito importante da vida de um pessoa. Entrei em 1963 e saí em 1970 e durante esse tempo fiz muitos amigos”, afirma David Justino ao CM.

Apesar de nesse período se viver num regime no qual imperava uma disciplina militarista e um autoritarismo inquestionável, David Justino recorda uma greve de luto, que ocorreu em 1968 ou 69.

“Agora não me lembro bem por que motivo foi mas sei que nessa altura já se formavam núcleos oposicionistas, fora da escola”, recorda.

Admite que “não era bom aluno, mas às vezes tirava excelentes resultados”. O seu colega da turma E, nos 6º e 7º anos, Marques Valentim, actual editor fotográfico do CM, tem também na memória as “escapadelas” dos dois à marcha que os alunos eram obrigados a fazer à volta da escola, aos sábados de manhã, fardados à Mocidade Portuguesa. “Como não gostávamos desse espírito militarista eu e ele éramos os últimos da fila e quando dobrávamos a esquina e não nos viam, então, começávamos a andar para trás e fugíamos do liceu”, diz Valentim.

António Capucho, actual presidente da Câmara de Cascais, também andou no único liceu misto, que não permitia contudo que as alunas se misturassem com os alunos. Emoção é o que diz sentir ao regressar ali, onde conseguiu foi presidente da associação de estudantes “durante 48 horas. Depois, o reitor disse para acabar com a brincadeira”. João de Deus Pinheiro e Lili Caneças foram outras personalidades que ali estudaram.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)