Ladrão ‘palhaço’ chora ao ser detido pela PSP

Assaltou três bancos e dois balcões dos CTT. Foi encurralado por clientes e apanhado depois de ataque aos Correios.
Por Liliana Rodrigues|11.01.19
Encurralado por dois populares, foi detido pela PSP de Guimarães. Tinha uma faca de cozinha na mão e uma máscara de palhaço na outra. Eram 12h30 de quarta-feira e tinha acabado de roubar 85 euros nos CTT da cidade, a 100 metros da esquadra - foi o quinto assalto armado que fez em um mês. E chorou ao ser algemado pelos agentes.

"Eu não sei por que fiz isto", repetia, em pranto, o ‘ladrão palhaço’ - alcunha pela qual ficou conhecido o homem de 55 anos, residente em Serzedelo, Guimarães. Esta quinta-feira, foi presente a um juiz para o primeiro interrogatório judicial.

Nos cinco assaltos - três a bancos e dois a dependências dos CTT, nos concelhos de Guimarães e de Vila Nova de Famalicão - roubou pouco mais de 1500 euros. A Polícia Judiciária do Porto, que seguia o rasto ao assaltante, recuperou esta quinta-feira 600 euros roubados que o suspeito tinha escondido dentro de um casaco, que enterrou num terreno baldio perto de casa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!