Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Ladrão regressa e pede desculpa

Vítima indignada por suspeito ter saído em liberdade dois dias após ser detido.
31 de Março de 2011 às 00:30
Assaltante foi posto em liberdade e voltou para pedir desculpa ao proprietário do restaurante Afonso III
Assaltante foi posto em liberdade e voltou para pedir desculpa ao proprietário do restaurante Afonso III FOTO: Luís Costa

O provérbio diz que o ladrão regressa sempre ao local do crime. E desta vez confirmou-se. O homem que assaltou o restaurante Afonso III, em Loulé, no sábado, foi ao local dois dias depois pedir desculpa ao dono.

"Na segunda-feira, estava eu no restaurante, aparece ele com um amigo", conta João Guerreiro. "Veio ter comigo e pediu-me desculpa pelo assalto", acrescenta.

Independentemente do pedido, João Guerreiro ficou perplexo por o homem estar em liberdade. "Eu, a GNR e a Polícia Judiciária andámos uma tarde à procura dele e dois dias depois, quando vai a tribunal, é posto cá fora?", questiona-se, ele que ajudou as autoridades, pois reconheceu o assaltante, que mora próximo do restaurante.

Recorde-se que durante o assalto, por volta das 13h00 de sábado, o assaltante apontou uma pistola à nuca do proprietário do restaurante. A arma, no entanto, viria a revelar-se uma réplica em plástico.

"Depois de as autoridades me dizerem que ele já tinha cadastro e de o sujeito confessar o crime, pergunto aos ministros da Justiça e da Administração Interna que justiça é esta que temos em Portugal?", continua João Guerreiro.

"Diariamente comerciantes como eu são vítimas de assaltos perpetrados por pessoas que, após serem detidos, são soltos quase imediatamente", lamenta. 

ladrão restaurante pedido de desculpas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)