Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Ladrões armados fogem com duas malas vazias em Valongo

Assalto à mão armada ocorreu no estabelecimento comercial Intermarché. Caso está a ser investigado pela PJ.
Nelson Rodrigues 13 de Janeiro de 2020 às 01:30
Assalto à mão armada ocorreu no Intermarché de Valongo, Gondomar
Assalto à mão armada ocorreu no Intermarché de Valongo, Gondomar FOTO: Manuel Encarnação
Esperaram a chegada da carrinha de valores ao parque de estacionamento do Intermarché de Valongo e, mal esta parou, resolveram atacar.

De cara tapada e armados com caçadeiras de canos serrados, um dos assaltantes ameaçou de morte o funcionário que tinha saído da viatura e entrava na superfície comercial, enquanto o outro tentou entrar no veículo.

Antes de fugirem a alta velocidade com duas malas, que estavam vazias, ainda efetuaram um disparo contra a porta do veículo blindado. 

O assalto violento ocorreu este domingo às 10h00 em frente aos clientes que estavam no supermercado. Um dos funcionários da carrinha de valores foi ameaçado com a arma apontada ao corpo e obrigado a entregar as malas que carregava.

Porém, as mesmas estavam vazias, pois os funcionários da empresa iam levantar o apuro do estabelecimento comercial e não fazer carregamentos ou entregas de dinheiro.

Ao local acorreu uma patrulha da PSP, mas por se tratar de um crime cometido com armas de fogo, a investigação está a cargo da Polícia Judiciária do Porto - que recolheu vestígios no local do assalto e da carrinha de valores, que foi levada para o posto da GNR de Campo.

Os assaltantes fugiram num carro que estaria estrategicamente estacionado nas imediações do supermercado - local onde, em 2015, foi detido um homem por conduzir um carro com um cadáver na bagageira e com o qual fez uma viagem de mais de 300 km, desde Lisboa.
Valongo Intermarché crime lei e justiça polícia crime
Ver comentários