Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ladrões detidos em perseguição

A Brigada de Trânsito (BT) da GNR foi obrigada a cortar a circulação na Ponte 25 de Abril para deter dois homens, que furtaram 40 quilos de carne da estação de serviço de Almodôvar, na Auto-estrada do Sul. A dupla circulava numa carrinha furtada e tentou abalroar os carros da GNR ao longo dos 120 quilómetros em que foi perseguida.
26 de Novembro de 2006 às 00:00
Perseguição terminou ao fim de 120 km, na Ponte 25 de Abril
Perseguição terminou ao fim de 120 km, na Ponte 25 de Abril FOTO: Tiago Sousa Dias
Os dois homens, de 30 e 45 anos, foram apanhados ontem de manhã quando furtavam carne da arca congeladora do restaurante da estação de serviço. Os funcionários alertaram as autoridades pelas 10h20, sabiam que a dupla seguia numa carrinha de caixa aberta de cor branca.
Uma patrulha da BT de Almodôvar pôs-se a caminho da Auto-estrada do Sul, no sentido Sul-Norte. Perto de Grândola, os militares avistaram uma carrinha que correspondia às características fornecidas pelos lesados. “Deram ordem de paragem ao condutor, mas ele desobedeceu. Ainda tentou abalroar o carro-patrulha”, disse ao CM fonte oficial do Comando da BT.
A patrulha da GNR pediu reforços a Grândola, que entretanto contou também com a colaboração de uma patrulha de Lisboa. Nenhum dos carros conseguiu imobilizar a viatura. “O condutor tentou sucessivas vezes abalroar os carros-patrulha”, disse a mesma fonte.
Informações recolhidas posteriormente davam conta que a carrinha tinha sido furtada em Aveiro, na tarde da última quinta-feira.
A BT optou por activar o Grupo de Acção de Conjunto, que opera por todo o País, mas está sediado em Lisboa. Os militares cortaram o trânsito nas portagens da Ponte 25 de Abril. Aproveitaram a fila que, entretanto, se formou para deitar mão aos suspeitos.
Já encurralada, a dupla não ofereceu resistência. Desconhece-se, por enquanto, se ambos tinham antecedentes criminais e se praticaram mais algum crime.
Para já, ficam detidos até segunda-feira para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coacção. Podem ser acusados de dois furtos, de uma viatura e da carne, e, ainda, de condução perigosa e desobediência.
GAC REFORÇA PATRULHAS
O Grupo de Acção de Conjunto (GAC) é uma subunidade da Brigada de Trânsito da GNR que, apesar de sediado em Lisboa, actua em todo o País quando é solicitado o seu reforço. Tal como as restantes subunidades da BT, a sua missão passa por manter a ordem e o respeito pela lei nas estradas e proteger os intervenientes em acidentes de viação. No ano passado a BT deteve 5975 condutores por excesso de álcool, 1994 por condução ilegal e 680 por outros motivos.
ÚLTIMOS CASOS
GUARDA
A BT deteve dois ladrões de carros na sequência de uma perseguição iniciada na zona da Guarda e que só terminaria três horas depois em Vila Nova de Gaia, quando os gatunos se despistaram. Os detidos, um português e um espanhol, furtaram um Golf em Espanha e foram interceptados já em Portugal, no início deste mês.
LEIRIA
Um jovem marroquino com cadastro criminal por furto de automóveis foi detido, em Outubro, por uma patrulha do subdestacamento dos Pousos, Leiria, da Brigada de Trânsito da GNR, após uma perseguição em alta velocidade na Auto-estrada do Norte.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)