Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ladrões fazem buraco no tecto

Nem o alarme e as grades na porta e janelas impediram o furto de todo o stock de telemóveis da loja J. Evaristo Store, na rua de Portugal, junto ao Teatro Lethes, na Baixa de Faro. Uma centena de telemóveis, avaliados em cerca de 20 000 euros, foi o produto do furto, feito durante a madrugada e que não estava coberto pelo seguro.
16 de Janeiro de 2010 às 00:30
Assaltantes tiraram várias telhas e entraram por um buraco no tecto. Depois saquearam todo o interior
Assaltantes tiraram várias telhas e entraram por um buraco no tecto. Depois saquearam todo o interior FOTO: Nuno Jesus

"Só de manhã, quando fui abrir a loja, percebi que algo de anormal se passava, pois a electricidade estava desligada", explica José Evaristo, proprietário da loja. Corridas as grades, o comerciante nem queria acreditar no que se tinha passado. "Levaram-me todo o stock, cerca de cem telemóveis, alguns topo de gama", contou, "apenas ficou meia dúzia, numa estante da parede, talvez por esquecimento", afiança José Evaristo, que só depois percebeu o ‘modus operandi’ do assalto.

"Desligaram o alarme e a electricidade, depois partiram algumas telhas e abriram um buraco no tecto falso por onde acederam ao interior", descreve.

"No chão ficaram apenas as caixas vazias, tiveram até o requinte de colocar algumas na montra, de forma a disfarçar a falta dos telemóveis que já lá não estavam", explica José Evaristo. Agora, o comerciante diz que não sabe como vai ser o futuro. "Tinha feito, em Novembro, um investimento de cerca de 40 000 euros, agora, aos 60 anos, vou ser obrigado a recomeçar a minha vida", lamenta.

José Evaristo queixa-se ainda da falta de iluminação pública na rua, o que terá ajudado ao assalto. "Desde que apagaram as iluminações de Natal que está desligada", diz. A EDP garantiu ao CM que a reparação na rua já está feita.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)