Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

"Lainine morreu porque quis defender um amigo"

Amigos do jovem assassinado dizem que ele "estava no sítio errado à hora errada"
10 de Junho de 2013 às 01:00
Corpo de Lainine Sanches chegou ontem à tarde à Igreja da Nossa Senhora da Conceição, em Queluz, numa urna branca
Corpo de Lainine Sanches chegou ontem à tarde à Igreja da Nossa Senhora da Conceição, em Queluz, numa urna branca FOTO: Bruno Colaço

O Lainine era bom rapaz. Não andava metido em gangs. Morreu porque quis defender um amigo. Morreu porque estava no sítio errado à hora errada." É desta forma que os amigos de Leinine Sanches, o jovem de 19 anos que foi assassinado à facada na quinta-feira, numa escola da Amadora, explicam o que se passou naquela tarde fatídica.

Ontem, durante o velório, na Igreja da Nossa Senhora da Conceição, em Queluz, foram muitos os jovens que marcaram presença. E todos se mostraram revoltados com a morte do rapaz, que nos últimos três anos, ajudou dezenas de crianças num projeto de solidariedade social, onde era instrutor de capoeira.

"Ele não se metia em confusões. Só se visse um amigo a precisar de ajuda. Aí, mesmo que fossem 20 contra um, ele não deixava o amigo sozinho. Para nós foi isso que aconteceu", conta um colega da escola de Caneças, pedindo para não ser identificado, por medo de represálias. Aliás, os mesmos colegas garantem que Lainine não pertencia a qualquer gang, mas admitem que tivesse "amigos ligados a grupos menos aconselháveis".

Na internet, corre, desde ontem, um "apelo à calma". "Gostaríamos de deixar aqui um apelo a todos aqueles que se querem despedir do nosso Lainine. Por tudo o que representa para nós, temos que honrar a sua partida e isso passa por mantermos a calma. Não queremos confusões, que façam com que a sua passagem para um mundo, que esperamos ser melhor, fique marcada por confrontos ou por quezílias com alguém; mas sim pela pela sua amizade, simpatia, calma e boa disposição. Lembrem-se do sorriso dele e sorriam para ele! O resto, deixem com a polícia", lê--se numa das páginas de homenagem a Lainine, criadas após a sua morte.

Lainine Queluz velório assassinato crime Amadora
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)