Lançam o pânico em roubo milionário em Ponte de Lima

Assaltantes armados levaram peças em ouro e fugiram de carro.
Por Ágata Rodrigues|10.03.18
"Apontaram-me uma arma quando espreitei pela porta do meu café para a rua, depois de me aperceber do barulho de vidros a partir. Ouvi os assaltantes dentro da ourivesaria e vi que dois deles estavam cá fora de arma em punho a apontar para quem passava e outro ao volante de um carro escuro parado aqui na rua." A descrição do aparatoso assalto à ourivesaria Magalhães, no centro histórico de Ponte de Lima, ontem cerca das 11h45, é de Conceição Gomes, proprietária da pastelaria Vilar, contígua à ourivesaria.

O grupo de cinco assaltantes surpreendeu o dono do estabelecimento, que estava ao balcão e que de imediato se refugiou nas traseiras da loja. "Levaram muita coisa porque as prateleiras ficaram quase vazias, o barulho que ouvimos eram eles a partir as montras lá dentro e até deixaram ouro no meio da rua. Eu apanhei um anel aqui à porta e entreguei ao dono", contou António Malheiro, que naquela altura estava no café e se apercebeu do assalto. O grupo fugiu de carro para parte incerta. Os prejuízos ainda estão a ser calculados pelo casal proprietário mas, ao que tudo indica, podem chegar aos milhares de euros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!