Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Lancha com 1800 quilos de cocaína

Uma lancha semi-rígida com 1800 quilos de cocaína e sem qualquer tripulante foi encontrada ontem encalhada ao largo do forte da Ínsua, na foz do rio Minho, em Caminha.
20 de Junho de 2005 às 00:00
As autoridades encontraram quase duas toneladas de droga
As autoridades encontraram quase duas toneladas de droga FOTO: Rui Moreira
Segundo fonte da Polícia Judiciária, que procedeu à apreensão da droga, trata-se de uma lancha rápida e moderna, de 12 metros e três motores que, provavelmente devido a “uma avaria”, encalhou numa zona de rochas, na ínsula do rio Minho, tendo sido por esse motivo abandonada pelos traficantes.
No local onde o encalhe ocorreu, dispersavam-se já alguns fardos de cocaína, estando outros no interior do barco.
O alerta para a embarcação encalhada foi dado à Polícia Marítima por dois pescadores da zona e posteriormente o comandante do porto de Caminha, Proença Nunes, entrou em contacto com a PJ.
Já no local, a Brigada de Investigação do Tráfico de Estupefacientes de Braga encontrou a cocaína, que foi contada e posteriormente removida do local por meio de um helicóptero.
Segundo fonte da PJ, tudo indica que, aquando da avaria, se procedia ao transporte de droga para Espanha, sendo o material proveniente de um barco maior.
De resto, segundo a mesma fonte, a lancha encontra-se descaracterizada, não possuindo matrícula, mas trata-se de uma embarcação com bandeira espanhola.
A PJ e as autoridades estão agora a investigar o caso.
SUSPEITAS RECAEM SOBRE GALEGOS
Fonte da PJ revelou ao CM que tudo indica que os 1800 quilos de droga que se encontravam na embarcação tinham como destino o mercado galego. A mesma fonte revelou que as principais suspeitas recaem sobre quatro a seis indivíduos da zona da Galiza, já referenciados por tráfico de estupefacientes, mas não quis adiantar mais até que as investigações estejam concluídas.
Contudo, ao que o CM apurou, as autoridades portuguesas e espanholas estão já a cruzar informações. Suspeita-se ainda que, após o encalhe, os indivíduos que se encontravam na lancha terão sido avisados por outra embarcação para que se colocassem em fuga.
A maioria dos clãs de traficantes galegos foram desmantelados em inícios dos anos 90, mas a fronteira continua a ser um dos pontos de actuação privilegiados. Ainda no passado dia 30 de Maio, cinco toneladas de cocaína foram apreendidas pelas autoridades espanholas numa operação que contou com a colaboração da PJ.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)