Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

LAR SOB INVESTIGAÇÃO

O lar da 3.ª idade S. Vicente de Paulo, em Braga, está a ser alvo de uma auditoria por parte da Inspecção do Norte da Segurança Social. O caso foi despoletado por denúncias feitas da tesoureira da associação que gere o lar, que acusa os restantes elementos da direcção de lhe ocultarem as contas da instituição.
23 de Dezembro de 2003 às 00:00
O lar de S. Vicente de Paulo está a ser alvo de uma auditoria
O lar de S. Vicente de Paulo está a ser alvo de uma auditoria FOTO: Sérgio Freitas
A tesoureira, Maria Cândida Martins, que assumiu o cargo em Abril de 2001, disse ao CM que os problemas começaram quando ela começou a pedir à directora as facturas e os recibos da contabilidade da casa. "Eu existia apenas para passar cheques e quando, há cerca de um ano, passei a querer conhecer todas as contas, a directora, Maria José Gomes, começou a fazer-me a vida negra, ao ponto de propor a minha exclusão em Assembleia Geral", disse Cândida Martins.
A juntar à denúncia da ainda tesoureira, estão as denúncias de três funcionárias e de pelo menos três familiares de utentes que acusam a direcção do lar de não prestar os devidos cuidados aos 24 idosos que têm a seu cargo.
Para Natalina Oliveira, uma das funcionárias, "apesar de as condições físicas serem boas, os idosos estão em más condições, não são bem tratados e a alimentação é péssima". Segundo esta funcionária, o pior de tudo é a pressão psicológica a que os idosos estão sujeitos: "Eles andam assustados e têm medo de falar".
Filomena Bordalo, a presidente da Segurança Social de Braga confirmou a inspecção ao lar, mas disse desconhecer as causas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)