Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Larápios atacam cemitério

Cerca de uma centena de candeeiros em bronze foram furtados, durante a madrugada de ontem, das campas do cemitério de Santa Maria da Feira, naquele que é o nono assalto no último mês em cemitérios do Norte do distrito de Aveiro. Dependendo do seu estado de pureza, o bronze (material de que são feitos os candeeiros) pode render no mercado negro cerca de 100 euros por quilo.
9 de Novembro de 2007 às 00:00
O coveiro José Cunha foi dos primeiros a aperceber-se do assalto
O coveiro José Cunha foi dos primeiros a aperceber-se do assalto FOTO: Francisco Manuel
O assalto foi detectado pela manhã quando uma mulher, que se deslocava à campa dos familiares, se apercebeu de que o candeeiro para a lamparina tinha desaparecido. No entanto, logo que chegou ao cemitério, o coveiro José Cunha já se tinha apercebido que alguém lá tinha estado durante a noite. “O portão lateral estava aberto e o aloquete estava no meio do gradeamento”, explicou ao CM.
Não demorou muito para o responsável pelo cemitério se aperceber da dimensão do furto: “Foram mais de oitenta campas afectadas, de onde levaram 100 candeeiros.”
No entanto, nem todos os artefactos interessaram aos larápios, que só carregaram os de bronze.
José Cunha diz que já não é a primeira vez que o cemitério da Feira é assaltado, “mas nunca com tal dimensão”, acrescentando que se tratou “de uma razia.”
Durante a manhã, muitas foram as pessoas que depois de confirmarem a notícia – que rapidamente se espalhou pela cidade – se mostravam indignadas. “Já nem os mortos estão em paz”, afirmava uma mulher, para logo outra acrescentar: “Credo! Eu é que não vinha aqui à noite, com medo que um morto se levantasse e me apertasse o pescoço.”
Este assalto, que está a ser investigado pela PSP local, precedeu quatro outros, durante a semana anterior, em que os alvos foram os cemitérios das freguesias de Fornos, Riomeão (este por duas vezes), S. Paio de Oleiros e S. João de Ver, todos no concelho de Santa Maria da Feira. Nestes casos ainda não foi apresentada queixa às autoridades policiais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)