Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Lei “injusta” para os motoristas de pesados

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) denunciou esta terça-feira que a lei da sustentabiliadade da Segurança Social, que prevê que os trabalhadores prolonguem a sua vida activa, é “injusta” para os motoristas de veículos pesados.
17 de Março de 2009 às 13:05
Lei “injusta” para os motoristas de pesados
Lei “injusta” para os motoristas de pesados FOTO: Pedro Catarino

Segundo o dirigente sindical Vítor Pereira, “qualquer trabalhador que não queira ser penalizado na sua reforma terá que prolongar a sua vida activa”, mas no caso destes motoristas isso é "inteiramente impossível”.

“Os motoristas de veículos pesados, cujo peso bruto exceda os vinte mil quilos só poderão exercer a sua profissão até aos 65 anos, altura em que a carta de condução para estes veículos caduca” referiu Vítor Pereira, concluindo que, por isso, na altura de passarem à reforma serão “penalizados”.

A FECTRANS já alertou o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social para esta situação e vai solicitar reuniões aos grupos parlamentares e ao Provedor de Justiça para fazer queixa do Governo face "à injustiça que está a ser praticada".

A FECTRANS já alertou o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social para esta situação e vai solicitar reuniões aos grupos parlamentares e ao Provedor de Justiça para fazer queixa do Governo face "à injustiça que está a ser praticada".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)