Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Leonor na cadeia com saudades dos filhos

Leonor Cipriano, a mãe de Joana, que se encontra detida preventivamente no Estabelecimento Prisional de Odemira, por suspeita de envolvimento na morte e desaparecimento da filha de oito anos, acredita que a sua libertação pode estar para breve. Isso mesmo foi revelado ao Correio da Manhã pelo marido, António Leandro, que ontem a foi visitar à cadeia.
7 de Março de 2005 às 00:00
De acordo com o padrasto de Joana, Leonor “estava bem-disposta” e confidenciou-lhe que o seu advogado lhe tinha dito estar convencido de que o Tribunal de Portimão lhe iria alterar a actual medida de coacção para uma mais leve, o que implicará, necessariamente, a sua saída da cadeia.
Caso tal venha a suceder, Leandro espera que Leonor se reúna a ele e aos filhos do casal, os pequenos Ruben e Lara. “Tudo o que tenho ouvido e lido através da Comunicação Social me leva a crer que tal possa suceder”, observou, adiantando que “a Leonor diz que está com muitas saudades dos filhos e que quer voltar para junto deles”.
Tal como o CM já noticiou, a reapreciação dos pressupostos da prisão preventiva de Leonor Cipriano, por parte do Tribunal de Portimão, deverá ocorrer no próximo dia 22.
António Leandro referiu, por outro lado, que a mulher “já está muito melhor” das marcas de agressão de que, alegadamente, terá sido alvo por parte de inspectores da Polícia Judiciária, na Directoria de Faro, que lhe deixaram o rosto negro e inchado, sobretudo os olhos.
António Leandro, que ontem estava sozinho na visita a Leonor (tem sido por vezes acompanhado por outros familiares), disse ainda ter levado “algum dinheiro” à mulher, que actualmente se encontra detida numa cela com mais 15 reclusas. Nos primeiros tempos, a mãe de Joana foi colocada, por uma questão de segurança, sozinha numa cela. Contudo, tal medida foi alterada há cerca de um mês, para satisfação da própria Leonor, que diz ter feito ali “já algumas amigas”.
Tal como acontece com Leonor, também a situação de prisão preventiva do seu irmão, João Cipriano, detido em Olhão, deverá ser reapreciada pelo Tribunal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)