Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Leva tiro e pensa que é apendicite

PJ investiga caso de homem baleado em Viana do Castelo.
28 de Março de 2015 às 17:11
Homem baleado entrou num café a queixar-se de fortes dores abdominais
Homem baleado entrou num café a queixar-se de fortes dores abdominais FOTO: iStockphoto
A Polícia Judiciária (PJ) de Braga está a investigar o caso de um homem que foi baleado na freguesia de Barroselas, em Viana do Castelo, disse este sábado à Lusa fonte da GNR.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo o caso ocorreu na sexta-feira, entre as 20h00 e as 20h30, naquela freguesia.

O homem, natural e residente em Alvarães, continua internado na Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM).

Queixa-se de fortes dores abdominais
A fonte da GNR adiantou que o indivíduo "entrou num café/pastelaria da freguesia a pedir ajuda queixando-se de fortes dores abdominais".

"O proprietário do estabelecimento comercial acionou o auxílio. Já no local, os meios do INEM suspeitaram de uma apendicite face à ausência de sinais exteriores de que tivesse sido baleado. O homem foi transportado ao hospital de Viana, que a informou a GNR de que o homem havia sofrido ferimentos causados por uma arma de fogo", adiantou a mesma fonte.

Baleado enquanto caminhava a pé
A GNR tomou conta da ocorrência mas por ter envolvido arma de fogo, a investigação transitou para a alçada da PJ. Contactado pela Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Alvarães adiantou que a PJ "encontra-se no local a investigar o caso".

Fernando Martins explicou que o homem "terá sido baleado quando seguia a pé, entre o centro da vila e a sua residência, num percurso com cerca de um quilómetro".
Polícia Judiciária PJ Braga Barroselas Viana do Castelo Alvarães tiro apendicite dores abdominais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)