Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Levaram trocos da gasolineira

Desconhecidos assaltaram na madrugada de ontem a bomba de gasolina da Galp, em Pontes, Setúbal. Os assaltantes, ao que tudo indica dois ou três indivíduos, para entrarem no estabelecimento – já encerrado ao público – atiraram uma viatura contra o gradeamento e furtaram tabaco, chocolates, um monitor de computador e o tabuleiro de uma caixa registadora que apenas tinha algumas moedas.
6 de Maio de 2007 às 00:00
Os ladrões levaram um monitor de computador e moedas da caixa
Os ladrões levaram um monitor de computador e moedas da caixa FOTO: Manuel Moreira
“O prejuízo, avaliado em alguns milhares de euros, ficou dever-se sobretudo aos estragos que fizeram no gradeamento, vidros da montra e da entrada do estabelecimento”, lamentou ao CM uma das responsáveis pelo posto, concessionário da Petrogal. Solicitando o anonimato, a mesma sublinhou que o “deficiente“ sistema de videovigilância não captou imagens do assalto.
“O alarme também não tocou”, adiantou a mesma fonte, considerando que os estragos provocados pelos assaltantes podem ter afectado o sistema, que, ainda há poucos dias“, disparou às 02h30 e obrigou o meu marido a vir cá”. Em vão. O alarme foi accionado por uma falha de energia.
O assalto só foi descoberto às 05h00, quando a gasolineira do lado oposto da estrada reabriu ao público. Foram os funcionários dessa bomba que avisaram os responsáveis do posto assaltado, que fechara às 23h00 e só reabriria às 07h00.
Já a bomba do lado oposto da estrada – gerida pelos mesmos responsáveis e também concessionária da Petrogal – encerra à 01h00 para reabrir às 05h00.
“Pensamos que o assalto terá sido realizado durante esse período“, salientou ao CM a mesma responsável, pois o assalto passou despercebido nas redondezas, apesar da destruição que provocou.
Esta bomba foi assaltada pela primeira vez. Sorte diferente tem a gasolineira do lado oposto da estrada que, além de já ter sido assaltada, foi cenário de um homicídio. A 25 de Março de 2006, um homem de meia idade, que viajava num jipe com a mulher, foi morto com seis tiros de pistola por outro homem, que circulava num Mercedes. A viatura foi abandonada em Águas de Moura e, na altura, tudo indicava ter-se tratado de um ajuste de contas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)