Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

LISTAS FORAM PRODUZIDAS EM 30 MINUTOS

“É como o jogo das cadeiras. Ficam nas cadeiras as pessoas que têm lugar fixo e não querem mudar. As outras saem do sistema, ordenam-se segundo os critérios de prioridade e voltam a entrar para as novas posições. O processo convergiu ao fim de meia-hora e cumpre com tudo o que está na lei”.
30 de Setembro de 2004 às 00:00
De um modo simples, Luís Filipe Andrade, administrador e engenheiro informático da ATX Software, explicou aos jornalistas como é que os cinco informáticos da empresa conseguiram colocar 50 mil docentes em seis dias.
O segredo esteve em criar uma nova solução informática. “O algoritmo anteriormente implementado não era eficaz porque demorava demasiado tempo. Valia a pena apostar noutro”, explicou o responsável pela equipa de cinco elementos que trabalhou durante seis dias no programa. “Sentimos a noção de missão cumprida”, revelou Luís Andrade. Quanto à hipótese do programa agora criado ser utilizado no próximo concurso de professores, o informático afirmou que “é aplicável”.
A ATX Software foi contactada directamente pelo Ministério da Educação (ME) e o serviço teve “ajuste directo”. Fonte do ME não adiantou valores e realçou que são “irrisórios face ao que é usual neste tipo de trabalhos”. Fica a promessa de que “brevemente” serão tornados públicos. A sede da ATX Software – empresa da qual a Novabase deteve 25 por cento “até há algumas semanas ” – situa-se a apenas 500 metros da sede da Compta, a empresa que criou o sistema informático do concurso.
Mas ontem o dia foi de reclamações de centenas de docentes, que denunciaram erros nas colocações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)