Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Lixo retirado do mar

Bastou uma hora para recolher do fundo do mar 190 quilos de resíduos no Porto de Recreio de Sines. Nassas (saco de rede em que se recolhe o peixe), sacos de plástico, copos e papéis, foram recolhidos do fundo do mar, durante a operação de limpeza ‘Projectmar’. A acção contou com a participação de 35 mergulhadores, 31 civis, quatro elementos da Marinha portuguesa e uma unidade naval de combate à poluição marinha.

16 de Agosto de 2009 às 00:30
Bastou uma hora para apanhar quase 200 quilos de detritos
Bastou uma hora para apanhar quase 200 quilos de detritos FOTO: Rui Oliveira

A iniciativa levada a cabo pela Divetek, empresa que se dedica a actividades náuticas, tem percorrido Portugal, de norte a sul, com acções de limpeza do fundo do mar no sentido de "promover uma mudança de atitudes" junto das pessoas. "Trata--se de objectos de pequeno volume mas bastante prejudiciais à sobrevivência do ecossistema, porque são exactamente os mesmos resíduos que encontramos nas praias", referiu Gabriel Neves, da Divetek.

Inicialmente prevista para o Porto de Pesca de Sines a acção foi alterada para o Porto de Recreio depois da administração portuária "não autorizar" a permanência dos mergulhadores no local. A par da actividade subaquática, decorreu uma limpeza de sete praias entre os concelhos de Odemira e Sines, que reuniu perto de mil participantes: "Ainda está muito lixo por quantificar, mas já foram retirados 81 quilos de resíduos das praias".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)