Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Lobo Antunes pede humanismo na medicina

João Lobo Antunes considera que médico e doentes estão muito afastados. No segundo ciclo de conferências ‘Ao Encontro da Medicina’, que tiveram ontem início em Lisboa, o especialista referiu que se “perdeu o papel pastoral da Medicina”.
23 de Fevereiro de 2005 às 00:04
Considerando a “falta de humanidade” como a grande ameaça aos médicos, defende a necessidade de formar “médicos completos, para tratar doentes de forma completa”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)